BENEFÍCIOS DA REALIDADE VIRTUAL PARA APRENDIZAGEM MOTORA EM INDIVÍDUOS COM AUTISMO: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

  • Maely Pedrosa Pimentel

Resumo

RESUMO

 

Este estudo analisou artigos científicos que utilizaram a realidade virtual para beneficiar e melhorar a capacidade de aprendizagem motora em indivíduos com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Esta revisão sistemática foi direcionada pelas bases de dados Web of Science, Science Direct, PubMed. A partir das combinações das palavras TITLE-ABSTRACT-KEY (“virtual reality”) and TITLE-ABSTRACT-KEY (“autism”), seis artigos foram selecionados para pesquisa. Os itens investigados nos artigos de pesquisa de campo foram: número da amostra, objetivo do estudo, equipamento utilizado e resultado do estudo. Nos artigos de revisão foram analisadas as seguintes categorias: objetivo do estudo, equipamento utilizado e resultado do estudo. Os artigos que compuseram a síntese relatam eficácia na reabilitação motora. Foram identificados temas que apresentaram resultados positivos para pessoas com comprometimento nas habilidades visuais (n=1), Tecnologia que favorecem a reabilitação de pessoas com TEA e que apresentam comprometimento motor (n=1) a interação (n=1), motivação para a atividade física (n=1) e capacidade de imitação (2). A revisão mostra que a realidade virtual pode ser utilizada como ferramenta importante na reabilitação de pessoas com Autismo.

Publicado
2018-01-02