Prática musical na educação musical especial: a banda baião de 2

  • Flávio Hodara Gaio
  • Maria Cristina de Carvalho C. de Azevedo

Resumo

Este relato de experiência apresenta um recorte de pesquisa de mestrado profissional, que visa refletir e sistematizar sobre o processo de ensino e aprendizagem musical desenvolvido na Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais do Distrito Federal (Apae-DF). O objeto de estudo tem como foco as experiências docentes vividas nas aulas de música pelo primeiro autor deste texto. A pesquisa tem uma dimensão pedagógica e se volta para uma reflexão sobre a prática docente na música. A metodologia adotada concerne ao diário de campo, às rodas de conversa, à análise de vídeos e às performances dos estudantes. Neste texto, é apresentado e discutido o processo de formação das bandas musicais nas turmas da Apae, a partir da experiência com a banda Baião de 2. As práticas musicais são resultado do trabalho pedagógico musical desenvolvido com alunos com deficiência intelectual (DI) e múltipla (DMU), consistindo em propostas e estratégias de ensino e aprendizagem instrumental, visando a performance. Os resultados demonstram a importância do fazer musical na banda para os estudantes, da sua profissionalização e da autorrealização.

Publicado
2020-04-09
Seção
Artigos