INCLUSÃO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO: CONCEITOS E PARADIGMAS

  • Cristiany de Castro
  • Paulo de Tarso Oliveira
  • Fabiana Alvarenga Cunha Freitas

Resumo

Este artigo tem por objetivo compreender as dificuldades para ingressar no mercado de trabalho e a função que o Estado e a família têm em auxiliar na segurança do direito ao trabalho. Avalia-se o contexto legal que envolve a matéria, o direito ao trabalho como direito fundamental e o cenário atual de contratações considerando dados expedidos pelos órgãos governamentais sobre o tema. Qualquer pessoa, independentemente de sua classe social ou diferenças, deve e pode desfrutar do seu tempo para praticar atividades que possam melhorar sua qualidade de vida, sendo assim incluídos na sociedade e não excluídos por ela. O trabalho das pessoas com deficiência tem que promover a inserção, nas relações sociais da dinâmica da sociedade. O estudo envolve uma análise crítica, foram efetivadas consultas bibliográficas e documentais, sobretudo com procedência na apreciação de legislação e doutrina pautada ao tema. Argumenta-se que embora haja muitos anos garantidos pela lei, a contratação de pessoas com deficiência ainda se revela seletiva e preconceituosa, contribuindo para a manutenção da ordem estabelecida, mantendo a desigualdade e a exclusão. Pode-se concluir que a educação e a qualificação profissional tornam-se imprescindíveis para o indivíduo se manter no mercado de trabalho e ter suporte suficiente para exercer as funções que o mercado competitivo exige.

Palavras chave: Pessoas com deficiência. Inclusão. Trabalho. Dignidade.

Publicado
2020-12-23
Seção
Artigos