REPENSANDO AS PRÁTICAS DO CUIDADO À PESSOA COM DEFICIÊNCIA DURANTE A PANDEMIA DA COVID-19

  • Vinícius Baltar de Araújo APAE Petrópolis - RJ

Resumo

O estudo surge da necessidade de refletir a prática do cuidado aos usuários da APAE, durante o a interrupção dos atendimentos presenciais. As crianças com deficiência convivem com impactos significativos nas condições de vida e saúde, enfrentando desde cedo dificuldades nas habilidades funcionais e atividades de vida diária. Enfrentamos com a atual situação uma oportunidade para aprender e repensar a assistência e a organização dos sistemas de saúde para o futuro, de forma a melhorar o processo assistencial, o acesso e qualidade da assistência, refletindo ainda, redução dos custos tanto para o sistema como para o usuário. Neste cenário, os profissionais da sáude são imprescindíveis no processo de cuidado, fazendo-se necessário repensar a prática assistencial, readaptando as modalidades de atendimento. Deste modo, almeja-se uma maior efetividade por parte da equipe multidisciplinar, nos cuidados aos pacientes com deficiência, principalmente nos serviços da APAE, sendo necessário implantar programas técnico-cientifico e educativos, a fim de estimular os profissionais da equipe, assim como elaborar estratégias direcionadas para a família, de forma a auxiliá-los através de conhecimentos essenciais e suporte psicológico.

Biografia do Autor

Vinícius Baltar de Araújo, APAE Petrópolis - RJ

Fisioterapeuta graduado pelo Centro Universitário Serra dos Órgãos (UNIFESO - Concluiu: 2018). Pós Graduando em Fisioterapia em Terapia Intensiva e Cardiologia (INC). Atualmente Fisioterapeuta Clínico na Fisiocipre e na APAE Petrópolis (atuando na área de Neuropediatria), além de realizar atendimentos domiciliares. Foi estudante de Iniciação Científica no UNIFESO (2017 - 2018), bolsista do Programa de Iniciação Científica e Pesquisa (PICPq- UNIFESO). Durante a graduação foi Monitor Bolsista do Módulo de Fisioterapia no Paciente Crítico e Unidade de Terapia Intensiva (ano 2017) e do Módulo de Fisioterapia em Uroginecologia (ano 2018). Presidente Fundador da Liga Acadêmica de Fisioterapia Cardiorrespiratória e em Terapia Intensiva do UNIFESO - LAFCARTI, ocupando o cargo durante os anos de 2017 e 2018.

Publicado
2020-09-03
Seção
Artigos