OS IMPACTOS CAUSADOS PELA PANDEMIA DO CORONAVÍRUS NO COTIDIANO DOS PACIENTES COM DEFICIÊNCIA DO CENTRO ESPECIALIZADO EM PREVENÇÃO E REABILITAÇÃO – NÚCLEO DA APAE DE FEIRA DE SANTANA – RELATO DE EXPERIÊNCIA

Autores

  • Paula Hortência Dos Santos Magalhães
  • Rita de Cassia Teixeira Marchesine Azevedo
  • Barbara Maria dos Desterro de Souza

Resumo

A pandemia do novo Coronavírus ampliou os desafios na saúde pública para controlar a sua propagação no ambiente comunitário, devido à sua alta capacidade de contaminação. As principais medidas de prevenção se basearam na higienização das mãos e, principalmente, no distanciamento social, que provocou alterações importantes no dia a dia das pessoas com deficiência, levando a comprometimentos físicos, psíquicos e sociais devido à dificuldade do acesso aos centros de reabilitação. Trata-se de um estudo de relato de experiência, executado pela Fisioterapeuta, pela Psicóloga e pela Assistente Social que atuam na equipe multidisciplinar do Centro Especializado em Prevenção e Reabilitação (CEPRE), anexo da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Feira de Santana. Os principais impactos observados devido às restrições sociais foram comprometimentos funcionais, psicológicos e relacionados ao transporte para o deslocamento ao centro de reabilitação. Foi constatado que fatores concernentes às estruturas físicas e mentais foram prejudicados, principalmente em decorrência do isolamento social. Ademais, foi necessária a criação de estratégias que garantissem às pessoas com deficiência a assistência à saúde, para diminuir as desigualdades sociais existentes e garantir a sua plena inclusão.

Downloads

Publicado

2021-12-23