PROCESSOS DE INCLUSÃO/EXCLUSÃO SOCIAL DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO MERCADO DE TRABALHO: RELAÇÃO ENTRE EMPREGABILIDADE E FORMAÇÃO PROFISSIONAL

  • Annie Gomes Redig Programa de Pós-Graduação em Educação (PROPEd / UERJ).
  • Amanda Carlou Programa de Pós-Graduação em Educação (PROPEd / UERJ).

Resumo

Este artigo resulta de uma pesquisa sobre a empregabilidade de pessoas com deficiência e a relação entre a formação profissional e o mercado de trabalho no contexto atual da sociedade brasileira baseada nos paradigmas da inclusão. As reflexões sobre os dados estatísticos relativos à ocupação destes indivíduos bem como os processos educacionais em que estão inseridos nos permite entender o panorama dos processos de inclusão/exclusão social desses sujeitos. O objetivo da discussão tratada neste trabalho é compreender os impactos da formação profissional para o desenvolvimento da vida autônoma e produtiva de pessoas com deficiência. O artigo evidencia que persistem os desafios de mudanças na organização das práticas formativas para este grupo, destacando conceitos necessários para a construção de caminhos possíveis na busca de uma maior participação social.

Biografia do Autor

Annie Gomes Redig, Programa de Pós-Graduação em Educação (PROPEd / UERJ).
Doutoranda do PROPEd / UERJ. Professora de atendimento educacional especializado da rede pública do município do Rio de Janeiro. Tutora à distância do CEDERJ e professora substituta da Faculdade de Educação da UERJ.
Amanda Carlou, Programa de Pós-Graduação em Educação (PROPEd / UERJ).
Mestranda do PROPEd / UERJ. Pedagoga do Instituto Federal do Rio de Janeiro. Professora substituta da Faculdade de Educação da UERJ.
Publicado
2013-12-20
Seção
Artigos