ATENDIMENTO PEDAGÓGICO ÀS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA INTELECTUAL ENVELHECIDAS E ÀS SUAS FAMÍLIAS EM TEMPOS DE PANDEMIA

Autores

  • Lisiane Capanema Silva Bonatelli
  • Dirlei Langer
  • Sabrina de Cassia Dias Maia Peixoto

Resumo

Este trabalho apresenta o relato de experiência sobre o atendimento pedagógico prestado pelo Instituto Manoel Boaventura Feijó, mantido pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Florianópolis, às pessoas com deficiência intelectual envelhecidas e às suas famílias, nos tempos de afastamento social, devido à pandemia do novo Coronavírus. A prática pedagógica foi realizada com 98 adultos com deficiência intelectual (homens e mulheres) e idade entre 24 e 90 anos, que estão em processo de envelhecimento e/ou idosos e frequentam a APAE e com as suas famílias cuidadoras. Esses foram organizados em 14 grupos pedagógicos no WhatsApp, juntamente com o seu professor regente. Buscamos motivar intervenções mediadas e norteadas pelo currículo funcional natural. Devido à necessidade emergente imposta pela pandemia, tanto aos profissionais da educação quanto às famílias, ambos precisaram se adaptar e aprender a explorar essa nova forma de atuação pedagógica pela tecnologia. Na intenção de atingir o maior número possível de pessoas, o atendimento pedagógico aos adultos com deficiência intelectual foi adaptado para versão on-line, na qual utilizamos posts de atividades (materiais ilustrativos da realização da atividade), vídeos educativos (ensinando o passo-a-passo) e videochamadas por WhatsApp, oportunizando um espaço de discussão, aprendizagem e trocas de experiências. Entendemos que a atuação pedagógica com a utilização da tecnologia possibilitou a intervenção dos profissionais da educação junto às pessoas com deficiência intelectual envelhecidas, mostrando às famílias as possibilidades de aquisição e manutenção de habilidades, além de ajudá-las a mantê-las ativas, mesmo em isolamento social.

Downloads

Publicado

2021-12-23