ESTRUTURAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO DE UM PROTOCOLO OPERACIONAL PADRÃO DE APLICAÇÃO DO ÍNDICE DE VULNERABILIDADE CLÍNICO FUNCIONAL-2020 E GERENCIAMENTO DE BANCO DE MONITORAMENTO DE COVID-19 NA APAE/CER II DE UNAÍ -MG

Autores

  • Uguiarlem Ribeiro Durães
  • Éverton Luís Pereira

Resumo

O recente cenário mundial nos coloca em posição de fragilidade e incerteza em função da pandemia de COVID-19, que terá implicações em longo prazo na saúde da população, em especial para as pessoas com deficiência, devido à invisibilidade sistemática. O presente relato apresenta a elaboração e a implementação de um Protocolo Operacional Padrão (POP) de Aplicação do Índice de Vulnerabilidade Clínico Funcional-2020 e Gerenciamento de Banco de Monitoramento de COVID-19 na APAE/CER II de Unaí – MG. Foi desenvolvido um Protocolo Operacional Padrão e Banco de Monitoramento de Dados entre março e maio de 2021. A sua elaboração ocorreu entre equipe, pelas reuniões, diálogos e discussões, seguindo a linha construtiva da saúde, baseada em evidências, sendo apresentado e implementado em maio de 2021 em um processo de Educação Permanente. O POP, além de instruir a organização e a normatização dos procedimentos, permitirá mensurar o grau de vulnerabilidade clínico-funcional, avaliar o impacto da pandemia da COVID-19 e do isolamento social nos usuários já acompanhados, mensurar a vulnerabilidade clínico-funcional e, ainda, identificará se o usuário é uma pessoa com deficiência temporária ou permanente, bem com a sua funcionalidade. É essencial que os procedimentos de cuidado e atenção considerem que a abordagem da questão da deficiência deve ser global e integral. Os instrumentos propostos e em uso na APAE podem contribuir com a produção de dados que auxiliem na mudança das formas de encarar a deficiência, possibilitando um novo olhar sobre essa realidade pós COVID-19.

Downloads

Publicado

2021-12-23